Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
24 de julho de 2019, 12h07

Casal suspeito de hackear celular de Moro e Dallagnol presta depoimento hoje em Brasília

O advogado Ariovaldo Moreira, que defende Gustavo e a mulher, afirma que o casal "não tem nada a ver com a invasão do celular do procurador e do ministro

DJ Gustavo Henrique Elias, preso como cúmplice do hacker de Araraquara (Reprodução/Youtube)

O casal preso em Araraquara (SP) por suspeita de hackear os celulares do ministro da Justiça, Sérgio Moro, e do coordenador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, irá prestar depoimento nesta quarta-feira (24) na superintendência da Polícia Federal em Brasília.

Gustavo Henrique Elias Santos (foto) e sua mulher, Suellen Priscila de Oliveira, passaram a noite nas dependências da Polícia Federal no Aeroporto de Brasília. A pedido da defesa, a Polícia Federal adiou os depoimentos dos dois, que estava previsto para terça-feira (23).

O advogado Ariovaldo Moreira, que defende Gustavo e a mulher, afirma que o casal “não tem nada a ver com a invasão do celular do procurador e do ministro”.

A ação, curiosamente batizada de Operação Spoofing (falsificação), foi determinada pelo juiz da 10.ª Vara Federal de Brasília, Vallisney de Souza Oliveira.

Além do casal, detido em São Paulo, a PF prendeu nesta terça-feira Walter Delgatti Neto, em Araraquara. Há ainda um quarto preso, em Ribeirão Preto, ainda não identificado.

Eles chegaram por volta das 19h à capital federal e apenas dois permaneceram na carceragem da Superintendência por questão de espaço.

Com informações do Estadão Conteúdo

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum