Fórumcast, o podcast da Fórum
06 de abril de 2018, 16h05

Celso Frateschi: “Depende de quem tem o pensamento mais livre levar esse país à democracia”

Ator e político conversou com repórter da Fórum na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo: “É uma movimentação muito bonita e emocional”

Foto: Reprodução/GNT

O ator e político Celso Frateschi também foi manifestar sua solidariedade ao ex-presidente Lula, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, no ABC paulista. Em entrevista ao repórter Ivan Longo, da Fórum, ele analisa os efeitos da mobilização. “Sem dúvida, é uma movimentação muito bonita e emocional. A gente está aqui desde ontem à noite, cada vez aparece mais gente e podemos perceber uma corrente extremamente grande. Acho que a gente está numa encruzilhada grave para o Brasil e depende de nós, das pessoas que têm o pensamento mais livre, levar esse país à democracia. Acho que essa movimentação de apoio e proteção ao Lula também é de apoio e proteção às nossas ideias”.

Em relação às manifestações de cultura do ódio que foram observadas na caravana de Lula pelo sul do país, Frateschi define como terríveis: “Meu irmão (o ex-deputado Paulo Frateschi) quase perdeu uma orelha, além de ficar muito machucado. Esse desatino da direita deve ser rechaçado por nossas consciências, nossa visão de igualdade e fraternidade e, fundamentalmente, com o que a gente já mostramos que é possível fazer no governo”, completou.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum