Fórumcast, o podcast da Fórum
30 de setembro de 2018, 10h12

Censura de Fux às entrevistas de Lula cria mal-estar entre ministros do STF

Dias Toffoli, presidente do STF, passou a manhã de sábado telefonando aos colegas para tentar evitar uma guerra de despachos monocráticos

Toffoli e Fux. Foto: Carlos Humberto/SCO/STF

O Painel, da Folha informa que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, criou um impasse e acirrou ânimos no STF ao impor censura à Folha e cassar decisão de Ricardo Lewandowski que autorizara entrevista de Lula à Folha e ao jornalista Florestan Fernandes Jr.

Dias Toffoli, presidente do STF, passou a manhã de sábado (29) telefonando aos colegas para tentar evitar uma guerra de despachos monocráticos. Um dos juízes classificou o episódio como “um festival de equívocos lamentável”.

Dois ministros alegaram à coluna que Fux não tinha atribuição para decidir o caso. Disseram também que o partido Novo, que pediu o veto à entrevista, não tem legitimidade para apresentar pedido de suspensão de liminar, mas somente a Advocacia-Geral da União e a Procuradoria-Geral da República.

Além disso, o pedido foi endereçado ao presidente do STF. Toffoli não estava em Brasília, mas estava no Brasil. Tinha, portanto, jurisdição para atuar.

Lewandowski teria ficado profundamente irritado com Fux. Ele disse a outros ministros que o colega usurpou competência da presidência do Supremo e adotou expediente teratológico para reverter sua ordem —que não era uma liminar, mas decisão de mérito.

Veja também:  Lula pode dar entrevista para quem quiser, sem passar por autorização de Carolina Lebbos

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum