Fórum Educação
04 de outubro de 2018, 21h14

Censura: Mino Carta e Fernando Morais são impedidos de visitarem Lula. Vídeo

“Eu e Mino vivemos o golpe fardado, mas agora é o golpe togado. É uma absoluta vergonha. Nós não íamos entrevistar o Lula, tínhamos combinado com ele que íamos apenas visitá-lo”, disse Fernando Morais

Foto: Reprodução/Vídeo

Os jornalistas Mino Carta e Fernando Morais, amigos antigos de Lula, foram impedidos de visitarem o ex-presidente, na tarde desta quinta-feira (4), na sede da superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. A alegação, segundo ambos, é que eles, como jornalistas, poderiam entrevistar Lula, o que está proibido no momento.

“A Justiça achou que poderíamos entrevistar Lula. Evidentemente que não. Nós não queremos prejudicar nem Lula e nem a Polícia Federal. Nós nos comprometemos e demos nossa palavra de honra. Viemos conversar com um amigo antigo e muito querido. Gostaríamos de vê-lo no lugar certo: na presidência do Brasil”, explicou Mino Carta.

O jornalista criticou o momento atual do país: “A situação do Brasil é horrível. É uma vergonha e me entristece o fato de não termos gente disposta a quebrar tudo”, desabafou Carta, não disfarçando a emoção.

Abuso

Fernando Morais foi mais longe: “Não se trata de um abuso contra o Mino, contra mim ou contra o Lula, mas sim contra a sociedade. Eles querem deixar claro quem manda no país. O Toffoli manda no país. Eu e Mino vivemos o golpe fardado, mas agora é o golpe togado. É uma absoluta vergonha. Nós não íamos entrevistar o Lula, tínhamos combinado com ele que íamos apenas visitá-lo”, disse o jornalista e escritor.

Para finalizar, Morais destacou: “Volto para São Paulo envergonhado de ser brasileiro. Os militares fizeram coisas horríveis, mas não venderam o Brasil, como esses que estão no poder estão fazendo”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum