Censura: Mino Carta e Fernando Morais são impedidos de visitarem Lula. Vídeo

“Eu e Mino vivemos o golpe fardado, mas agora é o golpe togado. É uma absoluta vergonha. Nós não íamos entrevistar o Lula, tínhamos combinado com ele que íamos apenas visitá-lo”, disse Fernando Morais

Foto: Reprodução/Vídeo

Os jornalistas Mino Carta e Fernando Morais, amigos antigos de Lula, foram impedidos de visitarem o ex-presidente, na tarde desta quinta-feira (4), na sede da superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. A alegação, segundo ambos, é que eles, como jornalistas, poderiam entrevistar Lula, o que está proibido no momento.

“A Justiça achou que poderíamos entrevistar Lula. Evidentemente que não. Nós não queremos prejudicar nem Lula e nem a Polícia Federal. Nós nos comprometemos e demos nossa palavra de honra. Viemos conversar com um amigo antigo e muito querido. Gostaríamos de vê-lo no lugar certo: na presidência do Brasil”, explicou Mino Carta.

O jornalista criticou o momento atual do país: “A situação do Brasil é horrível. É uma vergonha e me entristece o fato de não termos gente disposta a quebrar tudo”, desabafou Carta, não disfarçando a emoção.

Abuso

Fernando Morais foi mais longe: “Não se trata de um abuso contra o Mino, contra mim ou contra o Lula, mas sim contra a sociedade. Eles querem deixar claro quem manda no país. O Toffoli manda no país. Eu e Mino vivemos o golpe fardado, mas agora é o golpe togado. É uma absoluta vergonha. Nós não íamos entrevistar o Lula, tínhamos combinado com ele que íamos apenas visitá-lo”, disse o jornalista e escritor.

Para finalizar, Morais destacou: “Volto para São Paulo envergonhado de ser brasileiro. Os militares fizeram coisas horríveis, mas não venderam o Brasil, como esses que estão no poder estão fazendo”.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR