Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de outubro de 2018, 13h05

Cientista político aponta outras mudanças no Ibope que podem ter alterado o resultado

Alberto Carlos de Almeida, autor do best-seller “A Cabeça do Brasileiro”, ressalta que “o Ibope modificou a posição no questionário da pergunta de rejeição dos candidatos"

Foto: Alex Silva/Divulgação/Brasilis

O cientista político Alberto Carlos Almeida continua pondo em xeque em sua conta no Twitter os resultados da última pesquisa Ibope, divulgada na noite desta segunda-feira (1º), que aponta crescimento do candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL).

O autor do best-seller “A Cabeça do Brasileiro” ressalta que “o Ibope modificou a posição no questionário da pergunta de rejeição dos candidatos”.  “Na última pesquisa ela foi antecedida por uma pergunta sobre o apoio de Lula, na penúltima não foi assim”, disse.

Almeida fez ainda outros dois tuites onde aponta que “viés toda pesquisa tem, o importante é que seja constante. As modificações realizadas pelo Ibope entre as duas últimas pesquisas alteram a constância do viés” e lembra que “o link dos questionários de pesquisa é a página do TSE. Tem que entrar nos registros de pesquisa e procurar por pesquisas específicas e seus questionários”.

Mais cedo, o escritor alertou que “o Ibope modificou o filtro da entrevista. Na pesquisa de ontem não foi entrevistado quem não votou nas últimas eleições. Por isso, a rigor os resultados não são comparáveis”, conforme publicado pela Fórum.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum