Fórumcast, o podcast da Fórum
09 de julho de 2019, 22h25

Ciro Gomes: por que considero o voto a favor dessa reforma da previdência um voto contra os pobres

Em uma série de mensagens pelo Twitter, Ciro enumerou cinco argumentos pelos quais considera que o voto a favor da reforma de Jair Bolsonaro e Paulo Guedes afetará principalmente os mais pobres e a classe média.

Foto: Reprodução/TV Cultura

O ex-candidato presidencial e principal líder político do PDT (Partido Democrático Trabalhista), Ciro Gomes, publicou nesta terça-feira (9) uma série de tweets contra o projeto de reforma de Previdência que está sendo votado nesta mesma noite, na Câmara dos Deputados.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Em suas mensagens, Ciro enumerou cinco argumentos pelos quais considera que o voto a favor da reforma de Jair Bolsonaro, desenhada pelo ministro Paulo Guedes, afetará principalmente os mais pobres e a classe média.

Abaixo, reproduzimos a íntegra das mensagens, que foi dividida em cinco tweets:

“Porque considero o voto a favor desta reforma Bolsonaro um voto contra os pobres e contra a classe média em resumo:

1. De cada 100 reais de sacrifício , 83 reais são cobrados de quem ganha até 2 mil reais;
2. A aposentadoria passa a ser calculada sobre todos os salários que o trabalhador teve ao longo da vida e não mais sobre os 80% maiores – a perda para os aposentados será de 13%;
3.A combinação de idade mínima com tempo de contribuição de 40 anos na prática levará os pobres a NÃO TER MAIS APOSENTADORIA: em 40 anos o trabalhador fica ao menos 8 anos sem carteira assinada (IBGE) assim, para ter a aposentadoria integral teria que trabalhar até os 73 anos pelo menos (soma da idade mínima com mais 8 anos de contribuição adicionais);
4. Em nenhum lugar do mundo civilizado um professor ou um policial trabalham 40 anos para se aposentar;
5. Os militares custam 47 bilhões de reais por ano e contribuem com 3 bilhões de reais, 99% dos militares se aposentam com 55 anos”.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum