Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
17 de fevereiro de 2020, 09h18

Com 12 parentes investigados em caso de “rachadinha”, ex de Bolsonaro viaja para a Noruega

Ana Cristina Valle foi chefe de gabinete de Carlos na Câmara dos Vereadores entre 2001 a 2008 e é investigada no esquema de corrupção e desvio de verba pública por meio de funcionários nomeados pelo clã Bolsonaro

Bolsonaro e a ex-mulher, Ana Cristina Valle, mãe de Renan (Montagem)

Investigada junto outros 12 parentes no esquema de corrupção conhecido como “rachadinha” nos gabinetes do clã Bolsonaro, a ex-esposa de Jair Bolsonaro, Ana Cristina Valle comprou passagens para passar pelo menos um mês na Noruega, país de seu atual marido.

Segundo informações de Bela Megale, na edição desta segunda-feira (17) do jornal O Globo, Ana Cristina, que é mãe de Jair Renan, embarca na próxima semana para o país europeu.

Um dos principais elos do esquema de desvio de verbas públicas por meio de nomeação dos parentes, Ana Cristina chegou a ser convocada para depor, mas a oitiva foi adiada pelo Ministério Público e ainda não tem nova data marcada.

Ana Cristina Valle foi chefe de gabinete de Carlos na Câmara dos Vereadores entre 2001 a 2008. Ela tem ao menos 12 parentes da família Siqueira Valle que foram empregados no suposto esquema de “rachadinha” nos gabinetes de Jair Bolsonaro na Câmara e de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

A um interlocutor, ao menos dois familiares admitiram que repassavam cerca de 90% dos salários de volta para os parlamentares.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum