sábado, 19 set 2020
Publicidade

Com erros de português, ministro da Educação faz provocações contra “comunistinhas”

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, mais uma vez deixou de lado o decoro que o cargo exige e fez uma postagem, nesta sexta-feira (5), provocando quem ele chama de “comunistinhas” nas redes sociais.

Com inúmeros erros de português, como falta de vírgulas e conjunções, Weintraub, em sua postagem, falou sobre as pessoas que vem bloqueando de seu perfil.

“Meu Twitter minhas regras! Fui informado que há uma comunistinha querendo que eu a desbloqueie. Regras para ter acesso: não pode ser comunistinha e chato ao mesmo tempo (tenho que dar risada quando ler). Mantive o Cocada, o Dragão, a Tiburi e tantos outros…Estou sendo radical?”, escreveu. A “comunistinha” a quem o ministro se refere é Debora Diniz, antropóloga e pesquisadora brasileira reconhecida internacionalmente na academia.

Weintraub é o ministro que protagonizou, em maio, um vídeo em que fazia uma paródia de “Dançando na Chuva” para dizer que estava “chovendo fake news” sobre os cortes na educação. Ele também cometeu deslizes que ficaram conhecidos, como quando quis se referir ao escritor Franz Kafka e utilizou a palavra “cafta”, que se refere a um prato árabe.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.