Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de janeiro de 2020, 08h08

Com medo de derrotas, Bolsonaro atrasa Aliança e vai ficar de fora da eleição municipal

Sem a possibilidade de concorrer com candidatos do próprio partido, presidente também rejeita a ideia de apoiar políticos de outras legendas

Foto: Arquivo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro já não apresenta tanta urgência em lançar a Aliança pelo Brasil a tempo de concorrer as eleições municipais deste ano. De acordo com a Folha de S. Paulo, aliados do presidente afirmam que o ex-capitão entendeu que o novo partido só deve ter a quantidade de assinaturas necessárias, 492 mil, por volta de julho. Com esse cenário, Bolsonaro ficará de fora das eleições municipais deste ano.

Sem a possibilidade de concorrer com candidatos da própria legenda, Bolsonaro tem afirmado que rejeita a ideia de apoiar políticos de outros partidos. O medo do presidente é que qualquer apoio a um candidato que não vingue nas eleições pode prejudicar seu governo, assim como em uma eventual tentativa de reeleição em 2022.

“As vezes você  elege um cara em uma capital aí, se o cara fizer besteira, você vai apanhar na campanha de 2022 todinha”, disse Bolsonaro em dezembro, quando recebeu jornalistas no Palácio do Alvorada.

Além disso, apoiar um candidato que não seja da Aliança colocaria Bolsonaro em colisão com demais siglas daquela disputa, o que prejudicaria ainda mais a imagem já fragilizada do presidente no Congresso.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum