Fórumcast, o podcast da Fórum
13 de junho de 2019, 07h49

Com medo de vazamentos, Bolsonaro troca celular e deve deixar de usar Whatsapp e Telegram

Adepto as redes sociais, Bolsonaro usou e abusou dos grupos de whatsapp durante a campanha eleitoral e até hoje usa a rede para propagar campanhas e fake news pró governo

Bolsonaro e o filho, Carlos (Reprodução/Flickr)

A divulgação das conversas espúrias de Sergio Moro, ex-juiz e atual ministro da Justiça, com investigadores da Lava Jato causou pânico na cúpula do governo. Jair Bolsonaro e integrantes do Executivo estão trocando celulares e vão deixar de usar o Whatsapp e o Telegram, que serão trocados por telefones criptografados fornecidos pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

Adepto as redes sociais, Bolsonaro usou e abusou dos grupos de whatsapp durante a campanha eleitoral e até hoje usa a rede para propagar campanhas e fake news pró governo.

Segundo reportagem do jornal O Globo desta quinta-feira (13), a tendência é que assuntos sigilosos sejam tratados apenas por telefones criptografados, ou seja com tecnologia que protege os dados dos aparelhos.

Esses dispositivos fornecidos pela Abin não permitem a instalação de WhatsApp, Telegram e redes sociais. Como o presidente e ministros utilizam o WhatsApp para manter conversas, eles acabam usando seus telefones pessoais, com segurança mais frágil


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum