Comandante da PM-SP convoca para atos pró-Bolsonaro e pede “tanques nas ruas” em 7 de Setembro

Coronel Aleksander Lacerda, que chefia o comando da PM no interior de SP, publicou ainda posts atacando "inimigos" de Bolsonaro e imagem de Alexandre de Moraes, do STF, como Hitler

Chefe do Comando de Policiamento do Interior-7 (CPI-7), coronel Aleksander Lacerda, que tem sob suas ordens 7 batalhões da Polícia Militar de São Paulo, fez publicações em sua página no Facebook convocando para o ato pró-Bolsonaro e incitando a colocação de “tanques nas ruas” no dia 7 de Setembro, quando estão marcadas manifestações a favor e contrárias ao presidente.

No dia 20, o coronel publicou mensagem na qual é dito que “nenhum liberal de talco no bumbum” consegue “derrubar a hegemonia esquerdista no Brasil”. “Precisamos de um tanque, não de um carrinho de sorvete”. Sobre o dia 7 de Setembro, compartilhou a mensagem: “caldo vai esquentar”.

As publicações foram printadas pelo Estadão antes do militar fechar sua página na rede com a imagem de um cavaleiro templário.

Publicação do coronel Aleksander Lacerda nas redes sociais (Reprodução)

Além da convocação, o coronel da PM paulista se mostra um bolsonarista radical, reverberando o discurso do presidente e atacando os “inimigos” de Bolsonaro.

Em uma das publicações, Lacerda publica uma foto do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, como Adolph Hitler.

O PM tamém ataca membros da CPI, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, o ex-presidente Lula e até mesmo o governador João Doria (PSDB), classificado como “cepa indiana” em uma das postagens.

Menos ativo no Twitter, o coronel compartilha conteúdo de blogueiros bolsonaristas investigados no inquérito das milícias digitais e do próprio Bolsonaro.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.