Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
22 de julho de 2018, 15h56

Comitê Central do PCdoB convoca unidade do campo progressista para vencer eleições

Partido conclama PT, PDT, PSB, PSOL e demais forças progressistas a construírem a unidade, já no primeiro turno, com o objetivo de derrotar a agenda neoliberal

(Foto: Clécio Almeida/PCdoB)

Durante a terceira reunião da direção nacional do PCdoB, neste final de semana (de 20 a 22), em São Paulo, os integrantes do Comitê Central do partido deliberaram posicionamento a respeito do atual cenário político, além do projeto eleitoral da sigla para 2018. Em nota, aprovada neste domingo (22), e divulgada no Portal do PCdoB, o partido ratifica a necessidade de unidade do campo progressista para vencer as eleições de outubro e superar a agenda neoliberal representada pelas candidaturas da direita. Com esse objetivo, o partido faz um chamamento ao PT, PDT, PSB, PSOL e outras forças progressistas para a construção desta unidade.

A direção nacional comunista reafirma, também, que a pré-candidatura de Manuela D’Ávila “seguirá intensificando o empenho para que seja viabilizada a união do campo progressista, condição imperativa para que alcancemos a quinta vitória do povo”.

Acompanhe a íntegra da nota:

PCdoB conclama PT, PDT, PSB e PSOL: Unidade desde já

Aberto o calendário das convenções partidárias vem à tona uma nítida orquestração das forças conservadoras, que entronizaram o desastroso governo Temer para tentar vencer as eleições presidenciais com uma candidatura do consórcio golpista. Desenha-se uma coesão do campo político da direita e centro-direita, em torno do candidato do PSDB, Geraldo Alckmin. Faz parte dessa orquestração tentar isolar o candidato do PDT Ciro Gomes e, também, concorrentes do tucano pertencentes ao seu espectro político e, ainda, manter a candidatura do MDB, Henrique Meirelles, com o intuito de descolar Alckmin de Temer.

Não se deve subestimar esse movimento de reforço a Alckmin e nem o candidato de matiz fascista Jair Bolsonaro, mas a disputa presidencial está longe de estar definida, seguirá acirrada e de resultado incerto, mesmo com o líder das pesquisas, o ex-presidente Lula, mantido arbitrariamente encarcerado. O PCdoB prossegue a luta pela liberdade do ex-presidente e pelo seu legítimo direito de ser candidato. Alckmin carregará nos ombros, mesmo que se esquive, o governo que imputou grande sofrimento e tragédias ao nosso povo; e seu programa é antinacional, antipopular e autoritário.

Neste cenário, o PCdoB reafirma a convicção de que a estratégia política da esquerda e das demais forças democráticas, populares e patrióticas deve ter por centro a vitória eleitoral em outubro, o que exige marcharem unidas desde já.

Para isto, o PCdoB conclama o PT, PDT, PSB, PSOL e demais forças progressistas a construírem a unidade, já no primeiro turno, para vencer as eleições, derrotar a agenda neoliberal e neocolonial de Alckmin, Temer e Bolsonaro, retirar o Brasil da crise e encaminhá-lo a um novo ciclo de desenvolvimento soberano com geração de empregos, distribuição de renda e direitos.

Da parte do PCdoB, reiteramos que Manuela D’Ávila, que segue com sua exitosa pré-campanha, renovará seu empenho para que se viabilize a união do campo progressista, condição imperativa para que alcancemos a quinta vitória do povo.

São Paulo, 22 de julho de 2018

Comitê Central do Partido Comunista do Brasil (PCdoB)

Outras pautas

A reunião do Comitê Central deliberou ainda sobre os critérios para a distribuição dos recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (Fundo eleitoral), além de atualizar o sistema de direção nacional eleita no 14º Congresso nacional do PCdoB, ocorrida em novembro do ano passado, e aprovou a alteração em dois dispositivos do Estatuto partidário aprovado no último congresso.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum