Fórumcast, o podcast da Fórum
26 de março de 2019, 13h16

Como Bolsonaro, Paulo Guedes foge do debate sobre Previdência, diz Paulo Pimenta

Líder do PT na Câmara criticou suspensão da ida do ministro à CCJ em reunião que selou posição contrária de 6 partidos à PEC da Previdência; oposição tenta convocar Guedes

Paulo Pimenta é líder do PT na Câmara

Líder do PT na Câmara Federal, o deputado Paulo Pimenta (PT-RS) declarou que, assim como Jair Bolsonaro (PSL) na campanha eleitoral, o ministro da Economia, Paulo Guedes, fugiu do debate sobre a Reforma da Previdência ao cancelar sua participação na reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa agendada para esta terça-feira (26).

“Não é uma questão menor terem suspendido a vinda do Paulo Guedes. Bolsonaro, durante a campanha eleitoral, também sempre fugiu dos debates. Foi um candidato covarde, que nunca esteve disposto a dialogar, ser sabatinado”, comentou na manhã desta terça.

O parlamentar disse ter lido ainda que o ministro da Economia teria atendido, a pedido de deputados governistas preocupados com a provável vitória da oposição, que representaria sua participação na reunião do colegiado.

“Ele não teria argumentos para contrapor tudo aquilo o que nós temos dito e denunciado sobre o caráter dessa reforma (…) Fugiu da raia!”, falou Pimenta.

As declarações foram dadas durante encontro entre presidentes e lideranças na Câmara do PT, PDT, PSB, PSOL, PCdoB e Rede, que selou a unidade das legendas de esquerda e centro-esquerda contra a Reforma da Previdência.

A informação chegou ao encontro pela deputada federal Maria do Rosário (PT-RS).

Após a reunião, o líder da oposição na Casa, deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), informou que já estavam sendo recolhidas assinaturas para requerimento extra-pauta da CCJ, na tentativa de convocar Paulo Guedes.

“Foi feito um acordo do governo com a oposição de que o ministro viria hoje (26) responder a perguntas sobre sua proposta. Como o acordo foi rompido, nós convocaremos. Ele poderia ter vindo por bem. Como não veio, virá convocado”, acredita o parlamentar.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum