Fórumcast #20
23 de outubro de 2017, 21h03

Congresso realizará Sessão Solene em memória ao reitor Cancellier

Requerimento foi feito pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR) e a deputada Erika Kokay (PT-DF).

Da Redação

No próximo dia 31 de outubro, às 11h, o ex-reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, Luiz Carlos Cancellier, será homenageado em Sessão Solene do Congresso Nacional. O ato é resultado de um requerimento do senador Roberto Requião (PMDB-PR) e da deputada Erika Kokay (PT-DF).

No mesmo dia, a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) fará uma reunião em Brasília e, por isso, é esperada a presença de todos os reitores de universidades federais. A família do ex-reitor também estará presente. Falarão em nome dele o advogado e ex-senador Nelson Wedekin e o desembargador Lédio Rosa, amigo de infância de Cancellier.

“A razão da homenagem dispensa justificativa, mas tem um propósito político que precisamos ter em mente: criar as condições políticas para que o projeto do abuso de autoridade, aprovado pelo Senado, seja libertado da gaveta do Presidente da Câmara”, afirma Samuel Gomes, mestre em Teoria e Filosofia do Direito pela UFSC.

Veja também:  Em novo vazamento, Dallagnol propõe monumento arquitetônico à Lava Jato e Moro diz que é "soberba"

Lei Cancellier contra abuso de autoridade

No último dia 9 deste mês, Requião batizou o Projeto de Lei 7596/17, do Senado, que tramita na Câmara desde o dia 10 de maio último, e define os crimes de abuso de autoridade cometidos por servidores públicos e membros dos três poderes da República, do Ministério Público, dos tribunais e conselhos de contas e das Forças Armadas. A família do ex-reitor pedirá uma audiência com presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

*com informações do Viomundo
Foto: Divulgação/UFSC


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum