Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
04 de dezembro de 2019, 11h46

Conselho aprova privatização dos dados de milhões de brasileiros, entre eles IR, CNH, CPF e CNPJ

CPPI recomendou, através de publicação no DOU, a desestatização do Serpro e Dataprev

O objetivo, segundo o governo de Jair Bolsonaro, é transferir para a iniciativa privada “atividades indevidamente exploradas pelo setor público”. Por conta disto, o Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI) da Presidência da República recomendou, através de publicação no Diário Oficial da União (DOU), desta quarta-feira (4), a venda dos dados de milhões de brasileiros.

Na resolução consta a qualificação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) e da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência (Dataprev) no PPI e sua inclusão no Programa Nacional de Desestatização (PND).

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

Atualmente, a Dataprev armazena dados de 35 milhões de brasileiros e o Serpro, é detentor de dados como imposto de renda e vida fiscal de cidadãos e empresas, como CPF e CNPJ, além de informações como passaporte, Carteira Nacional de Habilitação, dados de importação e exportação, controle portuário, repasses federais, entre outros serviços.

A resolução afirma também ter considerado a “necessidade de contribuir para a reestruturação econômica do setor público, especialmente através da melhoria do perfil e da redução da dívida pública líquida” e a “necessidade de ampliar as oportunidades de investimento e emprego no país e de estimular o desenvolvimento econômico nacional, em especial por meio de ações centradas na ampliação e na melhoria dos serviços públicos prestados à população brasileira”.

Leia mais sobre o Serpro e Dataprev aqui

Com informações do Estadão Conteúdo

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum