Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
22 de outubro de 2019, 17h24

Conselho de Ética absolve Glauber Braga, que reafirma que Moro é um juiz ladrão

Assista novamente à fala do deputado do PSOL que irritou Sérgio Moro e o PSL

O ministro Sérgio Moro - Foto: Lula Marques

Por 10 votos a zero, o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados arquivou nesta terça-feira (22) o processo contra o deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ) pela comparação que fez entre o ex-juiz federal Sérgio Moro e um árbitro de futebol que favorece um dos times em campo durante audiência com a presença do atual Ministro da Justiça.

“Vitória! Conselho de Ética da Câmara acaba de ARQUIVAR o processo que pedia a cassação do mandato de Glauber Braga, do PSOL, por ter chamado Sérgio Moro de JUIZ LADRÃO. Por unanimidade, 10 votos a favor de Glauber e nenhum contrário. Reafirmamos: Moro é um juiz ladrão!”, publicou o PSOL nas redes sociais.

Logo após a confirmação do resultado, o deputado publicou um vídeo agradecendo a solidariedade que recebeu e reafirmando o que havia dito na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. “Reafirmamos aquilo que já dissemos no passado, a história vai ser implacável: Sérgio Moro juiz ladrão”, declarou.

Durante audiência da CCJ com a presença de Sérgio Moro, Braga afirmou que o ministro entraria para história como um juiz ladrão. “O senhor vai entrar para história como um juiz ladrão e corrompido que ganhou uma recompensa para fazer com que a democracia brasileira fosse atingida”.

O processo foi instaurado no dia 18 de setembro após o PSL entrar com representação contra Braga, em agosto. Segundo o partido do presidente Jair Bolsonaro, o parlamentar “abusou das prerrogativas constitucionais asseguradas aos membros do Congresso Nacional.

Para o relator do processo, o deputado Flávio Nogueira (PDT-PI), Braga não infringiu o decoro parlamentar. Nogueira solicitou o arquivamento do pedido, o que foi aceito por unanimidade.

Assista a declaração de Braga na CCJ:

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum