Fórumcast #20
13 de agosto de 2019, 13h46

Conselho do MP rejeita recurso e mantém processo disciplinar contra Dallagnol

Em entrevista, o procurador declarou que alguns ministros do STF “mandam uma mensagem muito forte de leniência a favor da corrupção”

Foto: Pedro de Oliveira/ ALEP

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) rejeitou, nesta terça-feira (13), recurso de Deltan Dallagniol, procurador da República e coordenador da força-tarefa da Lava Jato. Ele pedia o arquivamento de um processo administrativo disciplinar aberto contra ele.

O procedimento, aberto a pedido do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, ocorreu em abril, depois que Dallagnol concedeu entrevista à Rádio CBN. Na oportunidade, o procurador declarou que alguns ministros do STF “mandam uma mensagem muito forte de leniência a favor da corrupção”.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

Durante a sessão, os conselheiros Leonardo Accioly da Silva e Erick Venâncio Lima do Nascimento, que representam a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no colegiado, solicitaram que seja revisada uma decisão do corregedor Orlando Rochadel Moreira, que arquivou uma representação contra Dallagnol.

Outro alvo

O conselho decidiu, ainda, abrir um processo administrativo disciplinar para apurar a conduta do procurador da Lava Jato, Diogo Castor de Matos.

Veja também:  Lewandowski quer rapidez no julgamento de prisão em segunda instância

Em artigos, o procurador criticou decisão do STF, que manteve a competência da Justiça Eleitoral para processar e julgar crimes comuns conexos com crimes eleitorais. O procurador se referiu aos ministros do STF como “turma do abafa”.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum