Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
26 de março de 2019, 15h54

Contra a ditadura, Dilma Rousseff homenageia as Mães e Avós da Praça de Maio

No momento em que Bolsonaro orienta quartéis a comemorem o “aniversário” do golpe civil-militar de 1964 no dia 31 de março, ex-presidenta escreve: “Recebam meu compromisso de estar sempre com vocês, mães e avós da esperança e do amor”

Foto: Divulgação/site Dilma Rousseff

A Argentina celebrou neste domingo (24) o “Dia da Memória, da Verdade e da Justiça”, instituído pelo parlamento em 2001, como forma de prestar tributo aos 30 mil desaparecidos políticos da ditadura militar, que durou de 1976 a 1983.

No momento em que Jair Bolsonaro, fã do torturador Carlos Alberto Brilhante Ustra, orientou que os quartéis comemorem o “aniversário” do golpe civil-militar de 1964 no dia 31 de março,  Dilma Rousseff se manifesta em nome da democracia.

A ex-presidenta divulgou uma carta, nesta terça-feira (26), em homenagem às mães e avós da Praça de Maio. “A minha homenagem às vítimas da ditadura e ao povo argentino se expressa na forma de reconhecimento à bravura das mulheres do ‘Movimento das Mães e Avós da Praça de Maio’, às quais enviei a mensagem reproduzida abaixo”:

Porto Alegre, 24 de março de 2019

Queridas mães e avós.

Como todos os dias, há 40 anos, sua luta é um exemplo de dignidade e valentia.

Como todos os dias, há 40 anos, vocês nos ensinam que a luta contra o esquecimento, pela memória, pela verdade e pela justiça é a única condição para não repetir o nosso passado de ditaduras, morte e dor.

Vocês, mães e avós da esperança, nos fortalecem e nos animam neste momento difícil e desafiador que vive a América Latina.

Recebam meu abraço de solidariedade e amizade. Recebam meu compromisso de estar sempre com vocês, mães e avós da esperança e do amor.

Dilma Rousseff

Ex-presidenta do Brasil

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum