Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
13 de fevereiro de 2019, 08h32

Coordenador de campanha de Bolsonaro liberou verba eleitoral usada em gráfica de fachada

Gustavo Bebianno, que agora é ministro da Secretaria-Geral da Presidência, liberou R$ 250 mil de verba pública para uma assessora que repassou parte do dinheiro para uma gráfica sem maquinário para impressões em massa

Foto: Instagram

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, que também coordenou a campanha de Jair Bolsonaro à presidência, liberou R$ 250 mil de verba pública para a campanha de uma ex-assessora. Ela, por sua vez, repassou parte do dinheiro para uma gráfica registrada em endereço de fachada e sem maquinário para impressões em massa.

À época, Bebianno era também presidente nacional do PSL, responsável formal por autorizar repasses dos fundos partidário e eleitoral a candidatos da legenda.

Érika Siqueira Santos, a oitava pessoa que mais recebeu dinheiro do PSL nacional em todo o país, trabalhou como assessora do partido diretamente com o ministro até agosto. Ela foi candidata a deputada estadual em Pernambuco e teve apenas 1.315 votos.

A ex-assessora declarou ter gasto R$ 56,5 mil na gráfica Itapissu em 6 de outubro, um dia antes da eleição, para a confecção de material de campanha.

A gráfica é a mesma usada pela candidata Maria de Lourdes Paixão, que diz ter repassado R$ 380 mil à empresa.

A verba, com origem em recursos públicos, também foi liberada por Bebianno, hoje ministro de Bolsonaro.

Com informações da Folha

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum