Fórum Educação
02 de abril de 2020, 14h16

Coronavírus: Assessor de Bolsonaro pede demissão após ser obrigado a voltar ao trabalho no Planalto

Presidente determinou que todos os servidores do Palácio do Planalto com menos de 60 anos retornem ao expediente presencial

Foto: Reprodução

Em meio à pandemia do coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro determinou que servidores do Palácio do Planalto voltem a cumprir com o expediente presencial. Grande parte dos funcionários havia sido dispensado por seus diretores para trabalhar de casa.

O jornal O Globo informou nesta quinta-feira (2) que, segundo interlocutores do governo, a decisão do presidente resultou na demissão do “número dois” da Subchefia para Assuntos Jurídicos, Felipe Cascaes.

O assessor pediu demissão ao ministro da Secretaria Geral da Presidência, Jorge Oliveira, a quem era subordinado. Em nota, o ex-secretário diz não comentar os motivos que o levaram a pedir exoneração, alegando se tratar de questões de “cunho pessoal”. 

Com isso, todos os funcionários com menos 60 anos tiveram que retornar às atividades, o que compreende servidores dos três ministérios que ficam no Palácio do Planalto: Casa Civil, Secretaria Geral, Secretaria de Governo e Gabinete de Segurança Institucional.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum