CPI da Covid: Randolfe convoca ministro da Justiça para explicar fala sobre uso da PF contra governadores

Para o vice-presidente da comissão, fala de Anderson Torres é uma tentativa do governo de intimidação

O vice-presidente da CPI da Covid-19, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), convocou o ministro da Justiça, Anderson Torres, para prestar depoimento à comissão. Torres deverá explicar uma declaração em que defende o acesso a investigações da Polícia Federal contra governadores.

O ministro, que antes ocupava o cargo de secretário de Segurança Pública no Distrito Federal, disse à revista Veja que solicitaria à PF informações sobre inquéritos abertos para investigar desvios de dinheiro da saúde por governadores.

Para o vice-presidente da CPI, a fala do ministro da Justiça é uma tentativa do governo de intimidação, já que não teve sucesso em impedir a comissão.

“É necessário entender se essas acusações se estendem ao governo do Distrito Federal, uma vez que até recentemente o Ministro era Secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, órgão competente para investigação de eventuais condutas ou desvios”, justificou Randolfe.

O requerimento do senador, protocolado neste domingo (2), agora será avaliado pelo relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL), para depois ser votado no colegiado. Caso seja aprovado o pedido, o ministro deverá comparecer e depor na CPI.

Avatar de Luisa Fragão

Luisa Fragão

Jornalista.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR