Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
16 de janeiro de 2020, 12h42

CPMI identifica 24 contas de wathsapp responsáveis pela propagação de fake news nas eleições 2018

As linhas telefônicas dos perfis possuem números dos Estados Unidos, Vietnã, Inglaterra e Brasil, mas os IPs associados às contas indicam que todas as mensagens foram disparadas do Brasil

Alexandre Frota na CPMI das Fake News (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News no Congresso identificou 24 contas, entre as mais de 400 mil, que foram responsáveis pela maior parte das notícias falsas disparadas em grupos de Whatsapp durante as eleições de 2018.

Os dados foram revelados nesta quinta-feira (16) pelo portal Uol, que diz ter tido acesso a um documento sigiloso da comissão. O levantamento foi feito a partir de documentos que o próprio Whatsapp enviou à comissão de inquérito em novembro passado.

Segundo a reportagem, as linhas telefônicas dos perfis possuem números dos Estados Unidos, Vietnã, Inglaterra e Brasil, mas os IPs (endereços da conexão de internet utilizada para operar as contas) associados às contas indicam que todas as mensagens foram disparadas do Brasil.

Com estas informações, parlamentares da CPMI ouvidos pela reportagem dizem que querem chegar aos responsáveis por estas contas e endereços de IP para intimá-los a depor e revelarem o que sabem do esquema.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum