Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
11 de fevereiro de 2020, 10h57

Cresce o número de comentários negativos sobre governo Bolsonaro nas redes

Popularidade do presidente caiu neste começo de ano após crises com Moro, Roberto Alvim e polêmica envolvendo uso de avião da FAB

Bolsonaro (Foto: Reprodução/Twitter)

A popularidade do presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais despencou neste começo de ano. Monitoramento realizado pela AP Exata revelou que o número de comentários negativos sobre o governo do ex-capitão aumentou desde janeiro, o que revela uma mudança com relação ao mesmo período no ano passado.

A crise envolvendo o ministro da Justiça, Sergio Moro, o ex-secretário de Cultura, Roberto Alvim, e a demissão de um assessor do ministro Onyx Lorenzoni por uso de um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) são alguns dos acontecimentos que influenciaram na queda da popularidade do presidente.

Em janeiro, os comentários negativos sobre o governo Bolsonaro se aproximaram dos favoráveis no Twitter. Foram 14 dias de publicações críticas e 16 de apoio. Em um dia, as publicações favoráveis e contrárias ficaram no mesmo nível. No início de fevereiro, o monitoramento indica que o pessimismo deve seguir avançando nas redes sociais.

No ano passado, o cenário era diferente. O primeiro ano do governo Bolsonaro foi marcado por amplo apoio nas redes. Segundo os dados da AP Exata, as menções em favor ao presidente em 2019 foram majoritárias em 246 dias. Já os comentários críticos prevaleceram em 79 dias. Os neutros, em 39 dias.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum