Crime: Em Boa Vista, Bolsonaro convoca ato contra Supremo e Congresso

"Não é fácil. Já levei facada no pescoço dentro do meu gabinete. No dia 15 agora tem um movimento de rua espontâneo", disse o ex-capitão em evento; assista

O presidente Jair Bolsonaro voltou a convocar seus apoiadores para os atos do dia 15 de março neste sábado (7) durante evento em Boa Vista (RR). Organizado por apoiadores, o ato tem pautas contra o Congresso Nacional e contra o Supremo Tribunal Federal. Tal atitude pode acarretar em condenação por crime de responsabilidade.

“Não é fácil. Já levei facada no pescoço dentro do meu gabinete. No dia 15 agora tem um movimento de rua espontâneo”, declarou o presidente dias após entrar em polêmica com a jornalista Vera Magalhães por ter divulgado vídeo em favor dos atos, que possuem uma forte pauta contra o Legislativo e o Judiciário.

A revelação de Magalhães – duramente atacada pelo ex-capitão – gerou incômodo no Congresso Nacional e nos bastidores foi levantada a possibilidade de enquadrar o ex-presidente em crime de responsabilidade.

Durante o evento desde sábado, o Bolsonaro disse que o ato não é contra os dois poderes, apesar de diversos panfletos circularem com esse teor. “Participem. Não é um movimento contra o congresso, contra o Judiciário, é pró-Brasil”, declarou.

Assista:

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta.

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR