“Criminoso”: Camilo Santana responde a ataques de Bolsonaro

Em visita ao Ceará, o presidente criticou as medidas de restrição contra a Covid-19 implementadas pelo governador

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), rebateu, nesta sexta-feira (13), o ataque que sofreu de Jair Bolsonaro. Durante evento de entrega de residências do programa Casa Verde e Amarela, em Juazeiro do Norte, o presidente declarou que as medidas de restrição contra a Covid-19 implementadas por Santana foram um “ato criminoso”. 

“Criminoso, sr presidente, é ignorar a perda de mais de meio milhão de vidas na pandemia e ainda debochar da dor das famílias. Tivéssemos um Gov Federal mais preocupado com a vida, milhares teriam sido salvas. Seus ataques jamais irão tirar de mim a força para continuar lutando”, reagiu o governador cearense, via Twitter. 

Bolsonaro desembarcou nesta sexta, ao lado do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, no Aeroporto Regional do Cariri. O objetivo da visita é entregar casas populares na região. O presidente desfilou em carro aberto e acenou para ruas vazias.

“Lamentável”

Em outra postagem, Santana classificou como “lamentável” a decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5), que suspendeu a medida judicial que obrigava passageiros com destino ao Ceará a apresentarem teste negativo de Covid ou comprovante com duas doses de vacina ou dose única da Janssen.

“Decisão lamentável. Nosso único objetivo tem sido preservar a vida dos cearenses e de quem nos visita. Essa é a nossa prioridade absoluta. O estado do Ceará irá recorrer”, publicou.

Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR