No rastro do óleo do Nordeste
23 de junho de 2019, 08h47

Criticados por Moro, #TontosdoMBL têm ato marcado em defesa do ex-juiz no dia 30

Após a divulgação da reportagem com as críticas de Moro ao movimento, na manhã deste domingo (23), a hashtag ##TontosdoMBL chegou aos assuntos mais comentados do Twitter

Líderes do MBL (Arquivo)

Chamados de “tontos do MBL” pelo ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, nas conversas divulgadas neste domingo (23) pelo site The Intercept e o jornal Folha de S.Paulo, lideranças do Movimento Brasil Livre têm atacado as reportagens e marcaram um ato em defesa do ex-magistrado da Lava Jato para o próximo domingo (30).

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

O evento no Facebook, que diz que o ato é em “defesa da Lava Jato”, parece não ter tido muitos adeptos até este domingo (23), quando apenas 1,5 mil pessoas confirmaram presença.

Principal líder do MBL, o deputado Kim Kataguiri (DEM/SP) fez a defesa de Moro no plenário da Câmara e diz que as denúncias têm a intenção de desviar o foco da Reforma da Previdência.

Após a divulgação da reportagem com as críticas de Moro ao movimento, na manhã deste domingo (23), a hashtag ##TontosdoMBL chegou aos assuntos mais comentados do Twitter.

Tontos
Repreendido pelo ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), em 2016 por tentar esconder da corte parte do inquérito da Lava Jato de pessoas com foro privilegiado, o então juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, reclamou das manifestações convocadas pelo Movimento Brasil Livre (MBL) em sua defesa.

Segundo informações divulgadas neste domingo (23) pelo site The Intercept em parceria com a Folha de S.Paulo, naquela ocasião, Moro pediu ao procurador Deltan Dallagnol que ajudasse a conter o MBL, após protesto em frente ao apartamento do ministro Teori Zavascki em Porto Alegre, em que militantes estenderam faixas que o chamavam de “traidor” e “pelego do PT” e pediam que deixasse “Moro trabalhar”.

“Nao.sei se vcs tem algum contato mas alguns tontos daquele movimento brasil livre foram fazer protesto na frente do condominio.do ministro (SIC)”, digitou Moro no Telegram, no fim da noite. “Isso não ajuda evidentemente”.

Deltan disse que ia procurar saber, mas observou que talvez fosse melhor não fazer nada. “Não sendo violento ou vandalizar, não acho que seja o caso de nos metermos nisso por um lado ou outro”, disse. Mais tarde, o procurador disse que a força-tarefa não tinha contato com o MBL, e Moro não insistiu mais no assunto.

Leia outras matérias da Vaza Jato divulgadas neste domingo (23)


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum