Entrevista exclusiva com Lula
02 de dezembro de 2019, 10h41

Crivella anunciou retaliação a O Globo antes de denúncia sobre propinoduto na Prefeitura do Rio

Crivella teria criado um balcão de negócios para liberação de verbas a empresas mediante pagamento de propina. Na noite deste domingo (1º), prefeito do Rio foi às redes e chamou o jornal da família Marinho de “panfleto político”, suspendeu a publicidade e determinou que repórteres sejam ignorados

Goto: Reprodução

Na noite deste domingo (1º), Marcelo Crivella (PRB) foi às redes sociais anunciar uma retaliação ao jorna O Globo, chamando o jornal da família Marinho de “panfleto político”, suspendendo a publicidade e determinando que repórteres sejam ignorados.

Horas depois, o jornal revelou o motivo da indignação de Crivella. Reportagem de Chico Otávio e Thiago Prado, publicada na edição desta segunda-feira (2), informa sobre um inquérito do Ministério Público estadual sobre um propinoduto criado pelo pastor dentro da prefeitura do Rio.

Segundo a investigação, Crivella teria criado um balcão de negócios para liberação de verbas a empresas mediante pagamento de propina. O inquérito é baseado na delação do doleiro Sérgio Mizhay, preso pela operação Câmbio, Desligo no ano passado.

Homologada pelo Tribunal de Justiça do Rio, a delação aponta o empresário Rafael Alves, irmão do presidente da Riotur, Marcelo Alves, como o operador do suposto esquema no município.

O doleiro afirma que Rafael Alves tornou-se um dos homens de confiança de Crivella por ajudá-lo a viabilizar a doação de recursos de empresas e pessoas físicas na campanha de 2016. Depois da eleição, o empresário emplacou o irmão na Riotur e, segundo o doleiro, montou um “QG da propina” na prefeitura mesmo sem ocupar cargo.

No depoimento, Mizhay afirma que Rafael Alves lhe entregava semanalmente cheques oriundos de prestadores de serviço da prefeitura para posterior recebimento em espécie.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum