Fórum Educação
24 de abril de 2020, 07h21

Cúpula da PF diz que relação de Moro e Bolsonaro terminou no ano passado e é de zero confiança

Demissão de Mandetta foi vista como precedente perfeito para tirar Moro, que começou a ser alertado sobre a troca na PF há uma semana

Bolsonaro e Sérgio Moro (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Integrantes da cúpula da Polícia Federal avaliam que a relação do ministro da Justiça, Sergio Moro, e do presidente Jair Bolsonaro terminou desde o ano passado. Para eles, há zero confiança entre os dois e a demissão de Luiz Henrique Mandetta do Ministério da Saúde foi o “precedente perfeito” para o presidente tirar também o ex-juiz.

A crise do coronavírus teria agravado ainda mais a relação dos dois, já que cada um defende posições divergentes sobre o isolamento social como forma de combate à doença. O mesmo aconteceu com Mandetta, que desgastou no governo por sustentar opiniões contrárias as do presidente.

Ainda de acordo com a cúpula da PF, Bolsonaro começou a ameaçar a troca do comando da PF há uma semana, período que coincide com a demissão do ex-ministro da Saúde. O presidente também avisou Moro que mirava também a chefia do Rio, pivô da primeira crise envolvendo o órgão.

Integrantes da PF contam que a decisão de Bolsonaro foi dada como definitiva em conversa com Moro na manhã desta quinta-feira (23). Maurício Valeixo, diretor-geral da PF foi avisado em seguida e entrou em reunião com superintendentes.

Um decreto assinado por Bolsonaro publicado nesta sexta-feira (24) no Diário Oficial da União (DOU) confirma a exoneração de Valeixo. Com a exoneração, a trama que envolve a demissão de Moro se estende. Valeixo foi um dos principais aliados do ex-juiz na Lava Jato e mantém um longo histórico de amizade com ele.

Com informações do Painel, na Folha de S.Paulo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum