Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
07 de fevereiro de 2020, 17h12

Damares quer “ensinar mãe a ser mãe” através de novo Bolsa Família

A ministra ainda revelou que "o pessoal do Bolsonaro" não é a favor do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)

A ministra Damares Alves (Foto: Divulgação/MMFDH)

A ministra Damares Alves, da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, declarou nesta sexta-feira (7) que busca reformular o programa Bolsa Família para que o Conselho Tutelar atue como fator condicionante ao recebimento do benefício.

“Esse pessoal terá que ter pelo menos três encontros por ano com o Conselho Tutelar. Vamos ensinar uma mãe a ser mãe”, declarou Damares em entrevista à jornalista Monica Gugliano, do Valor Econômico.

Apesar de dizer que quer usar regras de proteção à criança para monitorar o Bolsa Família, a ministra revela que as pessoas mais próximas ao presidente Jair Bolsonaro não são favoráveis ao Estatuto da Criança e do Adolescente. “O pessoal do Bolsonaro não gosta muito. Acham que o ECA estimula uma certa impunidade”, disse.

Na entrevista ela ainda defendeu a política adotada pelo governo Bolsonaro com relação aos povos indígenas. “O polêmico é a forma de o presidente se expressar. Até agora, este governo não fez nada que prejudicasse os índios. O que Bolsonaro tem dito é que os índios não podem continuar na Idade Média, matando crianças”, declarou. Ela diz que o infanticídio é “uma prática comum nas tribos indígenas brasileiras”.

Ao comentar sobre o retorno da Fundação Nacional do Índio (Funai) para o Ministério da Justiça, Damares lamentou, mas disse que fez uma acordo com o ministro Sergio Moro. “Temos a guarda compartilhada. Papai Moro e mamãe Damares”, disse.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum