Datafolha: Boulos vira votos de eleitores que votariam em branco ou anulariam o voto

A quantidade de pessoas que descartavam os dois candidatos caiu cinco pontos, mesma grandeza de crescimento registrada para o candidato do PSOL

A pesquisa Datafolha sobre o segundo turno em São Paulo, divulgada na madrugada desta terça-feira (24) e que revelou um novo crescimento de Guilherme Boulos (PSOL) na disputa, mostra que o líder do MTST vem conquistando eleitores que votariam em branco, anulariam o voto ou que estavam indecisos.

A menos de uma semana para o pleito, o levantamento aponta que, em votos totais, Bruno Covas (PSDB) caiu de 58% na pesquisa da semana passada para 55%. Já Boulos fez o caminho inverso: subiu de 42% para 45%. Agora, a diferença entre os dois candidatos, que já chegou a ser de mais de 20 pontos, é de apenas 10 pontos percentuais.

A quantidade de pessoas que descartavam os dois candidatos na pesquisa anterior caiu cinco pontos percentuais, mesma grandeza de crescimento registrada para o candidato do PSOL.

Contudo, a taxa de indecisos ainda é elevada em comparação a eleições anteriores. Há uma parcela de 21% que ainda não estão certos sobre a decisão. Entre os eleitores do atual prefeito, quanto de Boulos, a taxa dos que podem mudar o voto é de 14%.

Um dos principais motivos que explicam o crescimento de Boulos na pesquisa, segundo o diretor do Datafolha, Alessandro Janoni, é o tempo de propaganda eleitoral equivalente para os dois candidatos.

Ele também destaca o papel da vice da chapa do PSOL, Luiza Erundina, assim como a frente ampla de esquerda formada recentemente por Ciro Gomes (PDT), Flavio Dino (PCdoB), Lula (PT) e Marina Silva (Rede).

Avatar de Luisa Fragão

Luisa Fragão

Jornalista.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR