Datafolha: Lula já abocanha eleitorado de Bolsonaro e tem 35% entre os evangélicos, contra 34% do presidente

Pesquisa mostra que o petista lidera corrida pelo Palácio do Planalto de 2022 com ampla vantagem

A pesquisa Datafolha desta quarta-feira (12) sobre as eleições de 2022, que mostra vitória de Lula, com ampla vantagem, tanto no primeiro quanto no segundo turno, apresentou também um recorte que mostra que o petista já estaria abocanhando parte do eleitorado de Jair Bolsonaro.

Bolsonaro se elegeu em 2018 com apoio massivo dos evangélicos. O presidente, segundo o Datafolha, ainda mantém apoio expressivo deste segmento, com 34% das intenções de voto. Lula, no entanto, já supera Bolsonaro numericamente também nas intenções de voto deste público e soma 35%.

Outro dado do levantamento que merece destaque é que Lula tem mais intenções de voto que Bolsonaro em todas as regiões do país. As regiões em que o presidente tem mais apoio são Centro-Oeste e Norte, onde soma 28% das intenções de voto em cada. Mesmo assim ele é superado pelo petista. No Nordeste, Lula mantém sua base eleitoral forte e atinge 56%.

Já Bolsonaro supera as intenções de voto em Lula entre os empresários. O presidente soma 61%, contra 35% de intenções de voto no petista.

Primeiro e segundo turno

Com seus direitos políticos restabelecidos, caso o pleito fosse hoje, Lula terminaria o o primeiro turno em primeiro lugar com ampla vantagem e derrotaria Jair Bolsonaro no segundo turno, segundo o Datafolha.

De acordo com o estudo, Lula tem 41% das intenções de voto, que representa quase a soma de das intenções de voto de todos os seus possíveis adversários. Em segundo lugar, o presidente Bolsonaro figura com 23%. Bem abaixo dele aparecem o ex-juiz Sérgio Moro, com 7%, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 6% e o apresentador de televisão Luciano Huck, com 4%.

Fecham a lista o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que soma 3%, o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), com 2%, e João Amoêdo (Novo), também com 2%. Brancos e nulos somam 9%, enquanto 4% dos entrevistados não sabem em quem vão votar ou não responderam.

Publicidade

Na simulação de segundo turno, Lula venceria Jair Bolsonaro, segundo o Datafolha, com 55%, contra 32% do atual presidente. 11% votariam em branco ou nulo e outros 2% não sabem ou não responderam.

Se o segundo turno fosse entre Lula e Moro, o petista levaria a melhor 53% contra 33% do ex-juiz, e também derrotaria Doria, por 57% a 21%.

Publicidade

Em uma simulação de segundo turno entre Ciro Gomes e Bolsonaro, o pedetista venceria com 48%, contra 36% do atual titular do Planalto.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR