Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
28 de fevereiro de 2020, 20h20

DCM: Estadão se diz vítima de milícia olavista e usa ataques a Haddad como prova

Ao longo de toda a sua defesa, que tem 34 páginas, o Estadão busca explicar que suas reportagens se baseiam apenas em fatos, e que é ele, o Estado de S.Paulo, quem está sendo vítima de ataques e mentiras proferidas pelos supostos membros da “milícia”

Reprodução

Por Diário do Centro do Mundo

O jornal Estado de S.Paulo afirma estar sendo alvo de uma “milícia virtual que migrou para o Judiciário”, composta pelo escritor Olavo de Carvalho e mais seis “influenciadores” que compõem a rede de apoio que o presidente Jair Bolsonaro e seu entorno mantêm nas redes sociais. Para se defender de tais ataques, o periódico paulista usa como exemplo as mentiras e ataques que sofreu – por parte do mesmo grupo – o então candidato a presidente Fernando Haddad (PT) durante as eleições de 2018.

É o que consta no Processo número 1011550-51.2019.8.26.0020, movido por Olavo de Carvalho na 4ª Vara Cível da Justiça de São Paulo. Nele, o escritor pleiteia uma indenização por danos morais de R$ 45 mil, a ser paga pelo jornal e pelo repórter José Fucs, em virtude de uma reportagem que Carvalho afirma ser inverídica ao tê-lo ligado a uma rede de difamação de críticos do governo federal, chamada na reportagem de “milícia virtual”.

Leia mais no Diário do Centro do Mundo


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum