segunda-feira, 21 set 2020
Publicidade

“De hoje não passa”, diz Mourão sobre definição da situação de Bebianno

O vice-presidente, general Hamilton Mourão (PRTB), disse nesta segunda-feira (18) que uma definição do caso do ministro Gustavo Bebianno, da Secretaria-Geral da Presidência, “de hoje não passa”. Mourão foi abordado pela imprensa ao chegar, no início da tarde, ao seu gabinete no Palácio do Planalto. O ministro foi questionado sobre a situação de Bebianno.

“Bebianno, eu acho que vai ser exonerado pelo presidente”, respondeu Mourão. Em seguida, houve uma pergunta de quando o presidente Jair Bolsonaro faria um anúncio da decisão. “Hoje, hoje. De hoje não passa”, respondeu.

A edição desta segunda-feira (18) do Diário Oficial da União (DOU) subiu com atraso na plataforma digital e não trouxe a esperada exoneração do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno (PSL).

Fritura
Sofrendo um processo de fritura desde que as informações sobre suposto uso de candidatas laranjas pelo PSL nas eleições vieram à tona, Bebianno relatou a amigos que está sofrendo ameaças desde esse domingo (17), quando teria seu número de telefone – e whatsapp – divulgados em redes de bolsonaristas.

Alvo do clã Bolsonaro e prestes a deixar o governo, Gustavo Bebianno disse que já identificou as pessoas que o estão ameaçando e que vai revidar “em triplo”.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.