terça-feira, 22 set 2020
Publicidade

Debate na Globo: Ciro ataca Haddad e Bolsonaro ao falar em “novo impeachment”

O debate entre presidenciáveis da Globo, último antes do primeiro turno, nesta quinta-feira (4), começou com uma “dobradinha” entre amigos. Ciro Gomes (PDT), o primeiro a perguntar por ordem de sorteio, escolheu Marina Silva (Rede) para concordar com suas críticas à Bolsonaro e ao PT.

Os dois candidatos colocaram a candidatura do PT como sendo o outro lado da moeda de Bolsonaro. Ciro, na pergunta, aventou a possibilidade de um novo impeachment caso o militar da reserva ou o petista sejam eleitos. Marina, como já era esperado, concordou.

“Acredito que permanecer essa polarização não vai permitir governar o Brasil. Ao permanecer essa guerra, em que alguns estão votando por medo do Bolsonaro, outros por medo do Haddad, o Brasil vai ficar 4 anos vivendo uma situação de completa instabilidade. Política, econômica e social”, disse a ex-ministra.

Ciro e Marina vêm, nas últimas semanas, em uma estratégia de intenso ataque ao PT vendo a tendência, de acordo com as pesquisas, de Haddad disputar o segundo turno com Bolsonaro.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.