Fórumcast #19
23 de julho de 2019, 12h15

Defesa de Flávio Bolsonaro vai pedir arquivamento do caso e diz que Queiroz não tem o que acrescentar

Queiroz, ex-assessor de Flávio, é investigado por suspeita de ser o pivô de um esquema de lavagem de dinheiro quando o filho do presidente era deputado estadual no Rio

Flávio Bolsonaro é investigado por movimentações de R$ 1,2 milhões em conjunto com o ex-assessor Fabrício Queiroz (Reprodução)

O advogado do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), Frederick Wassef, disse em entrevista à GloboNews, nesta terça-feira (23), que “não há nenhuma novidade” que Fabrício Queiroz poderá trazer ao caso envolvendo o parlamentar.

Para o advogado, Queiroz “já falou” quando negou ter repassado recursos ao senador Flávio Bolsonaro. Queiroz, ex-assessor de Flávio, é investigado por suspeita de ser o pivô de um esquema de lavagem de dinheiro quando o filho do presidente era deputado estadual no Rio.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Na semana passada, o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu investigações com dados do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) sem autorização judicial. O ministro atendeu a um pedido da defesa de Flávio Bolsonaro, que teve o sigilo bancário e fiscal quebrado em investigação.

O advogado disse ainda que vai aguardar a decisão do plenário do STF, marcada para novembro, e pedirá o arquivamento do procedimento investigativo no Rio de Janeiro.

Veja também:  Subprocurador indicado por Flávio Bolsonaro desponta na corrida à PGR

“Aguardando esta decisão, o próximo passo será comunicar nos autos do HC [habeas corpus] no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro para que cesse e seja arquivado aquele procedimento do MP [Ministério Público], uma vez que começou de forma ilegal e são nulos todos os procedimentos desde o primeiro momento”, afirmou o advogado.

Leia a entrevista na íntegra aqui

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum