sexta-feira, 25 set 2020
Publicidade

Defesa do ex-presidente Lula questiona no STF e STJ morosidade do TRF-4 para analisar recurso

Os advogados de defesa do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva levaram ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) o questionamento do tempo que o Tribunal Regional da 4ª Região (TRF-4) leva para examinar um novo recurso que abriria a possibilidade de levar a discussão sobre a condenação do ex-presidente para instâncias superiores.

O julgamento de Lula aconteceu em tempo recorde. Ao todo, foram 42 dias para que TRF-4 analisasse as alegações de acusação e defesa. O desembargador João Pedro Gebran Neto concluiu a análise em 36 dias. O revisor concluiu o parecer em seis dias.

Passada a condenação de LUla, a alegada agilidade foi embora. Foi também de 42 dias o tempo que o Ministério Público Federal recebeu do TRF-4 intimação eletrônica para enviar resposta ao recurso do ex-presidente.

Felipe Martins
Felipe Martins
Redator da Revista Fórum da sucursal do Rio de Janeiro.