Deltan Dallagnol vai deixar o comando da Lava Jato em Curitiba

Procurador vai se afastar por conta de um problema de saúde da sua filha. Aras decide neste mês se renova ou não a força-tarefa

O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da Lava Jato em Curitiba, vai deixar o comando da operação nos próximos dias. De acordo com informações da CNN Brasil, ele vai se afastar por conta de um problema de saúde de sua filha.

A saída do procurador, no entanto, deverá ocorrer por permuta. Ele deve trocar de lugar com outro integrante do Ministério Público Federal (MPF). Ainda de acordo com a CNN, a troca seria com o procurador Alessandro José Fernandes de Oliveira, mas o movimento ainda não foi oficializado.

Em meio ao afastamento, o procurador-geral da República, Augusto Aras, deve decidir nas próximas duas semanas se renova ou não a equipe da força-tarefa na capital do Paraná.

Atualmente, Dallagnol tenta evitar que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) abra um processo administrativo disciplinar contra ele, o que poderia evoluir para seu afastamento da coordenação da força-tarefa.

A Advocacia-Geral da União (AGU), por exemplo, está na ofensiva contra o procurador. Nesta segunda-feira (31), o órgão argumentou junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) sobre os riscos da prescrição do processo contra ele. A AGU pediu ainda para o ministro Celso de Mello rever a decisão que deu prazo de 15 dias para Dallagnol contestar a continuidade de dois processos.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.