Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
31 de março de 2019, 11h54

Demagogia barata: Bolsonaro suspende compra de 8 mil radares em rodovias

Compilação de estudos feita pelo Fórum Internacional de Transportes, ligado à OCDE, traz vários casos em que a redução na velocidade média no trânsito resultou em menos acidentes e mortes

Foto: Freeimage

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) usou o Twitter, neste domingo (31), para dizer que decidiu cancelar as instalações de radares eletrônicos em rodovias federais e que os contratos serão revisados para avaliar a real necessidade.

“Após revelação do @MInfraestrutura de pedidos prontos de mais de 8.000 novos radares eletrônicos na rodovias federais do país, determinei de imediato o cancelamento de suas instalações. Sabemos que a grande maioria destes têm o único intuito de retomo financeiro ao estado.”

Ele diz ainda que “verificando a real necessidade de sua existência para que não sobrem dúvidas do enriquecimento de poucos em detrimento da paz do motorista.”

Redução de velocidade diminui mortes

Uma compilação de estudos sobre velocidade e acidentes feita no ano passado pelo Fórum Internacional de Transportes, ligado à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), traz vários casos em que a redução na velocidade média no trânsito resultou em menos acidentes e mortes. Um caso exemplar é da França, que implantou radares entre 2003 e 2004. A velocidade média nas rodovias caiu de 127 km/h para 119 km/h entre 2001 e 2005, acompanhada de uma queda de 36% no número de fatalidades. Percentual similar foi registrado em vias onde a velocidade antes dos radares já era menor.

Radares inibem motoristas de desrespeitar os limites de velocidade implantados para aumentar a segurança viária. Você pode até questionar se um limite de 80 km/h ou de 110 km/h é adequado para um trecho ou outro de estrada, o que é na prática um problema de engenharia de tráfego. Respeitar o limite é uma questão legal, independentemente de haver radar ou não. Se você for multado é porque não seguiu a legislação de trânsito feita para a manutenção de um ambiente saudável de circulação de carros.

Com informações da Gazeta do Povo

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum