Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
03 de janeiro de 2020, 10h06

Depósito de Queiroz em conta de Michelle Bolsonaro foi maior do que o divulgado, afirma Noblat

Está sem explicação ainda o fato de Queiroz precisar de dinheiro emprestado, apesar de ter movimentado milhões em sua conta

Foto: Montagem/Reprodução

De acordo com informações da coluna de Ricardo Noblat, publicada na Veja nesta sexta-feira (3), foi maior do que se sabia o volume de dinheiro depositado por Fabrício Queiroz, ex-assessor do então deputado estadual Flávio Bolsonaro, na conta da primeira-dama Michelle Bolsonaro.

Descobriu-se, de acordo com o colunista, que Queiroz depositou na conta de Michelle pelo menos R$ 60 mil. Talvez um pouco mais. O sigilo bancário da mulher de Bolsonaro não foi quebrado, mas foram os de Queiroz, de Flávio e o de mais 93 pessoas, a maioria ex-funcionária do gabinete de Flávio que devolvia parte dos seus salários.

Na época da divulgação do primeiro depósito feito por Queiroz na conta de Michelle, Bolsonaro disse que o dinheiro totalizou R$ 40 mil. Segundo ele, tratou-se de dinheiro que havia emprestado a Queiroz e devolvido em 10 prestações.

Ficou sem explicação o fato de Queiroz precisar de dinheiro emprestado, apesar de ter movimentado, em 2014 e 2015, R$ 5,8 milhões, além dos R$ 1,2 milhão movimentados entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017, identificados no primeiro relatório.

De maneira vaga, Noblat afirma que a informação chegou aos gabinetes mais importantes do Palácio da Guanabara, sede do governo do Rio de Janeiro.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum