Deputada federal e presidenta do PSL Bahia é acusada de desvio de verba pública partidária para sua campanha

Vereador David Salomão, de Vitória da Conquista, declarou que Dayane Pimentel desviou R$ 483 mil da verba partidária para sua campanha, ficando ela com a maior parte do dinheiro

David Salomão, vereador da cidade de Vitória da Conquista, na Bahia, usou a tribuna da Câmara para fazer graves denúncias envolvendo o partido de Jair Bolsonaro. Salomão acusou a deputada federal Dayane Pimentel, presidenta do PSL baiano, e o seu marido Alberto Pimentel, secretário do partido no estado, de acordo com o site Feira denúncias.

O vereador declarou que a deputada desviou R$ 483 mil da verba partidária para sua campanha, ficando ela com a maior parte do dinheiro. Denuncia, ainda, que Pimentel, hoje secretário municipal do governo de ACM Neto, tem antecedentes criminais.

Ao final do discurso, Salomão pediu para Bolsonaro deixar o PSL, para que possa fazer o governo ao lado de pessoas honestas conforme prometeu na campanha.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

 

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.