Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

#Fórumcast, o podcast da Fórum
11 de julho de 2019, 18h12

Deputado Camilo defende Repartição Justa do orçamento público entre os poderes

O projeto busca determinar que a distribuição dos recursos públicos entre os três poderes seja feita com base na receita efetivamente arrecadada e não na previsão orçamentária

Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

O deputado federal Camilo Capiberibe (PSB-AP) apresentou Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para determinar que a distribuição dos recursos públicos entre os três poderes seja feita com base na receita efetivamente arrecadada e não na previsão orçamentária que pode ser inflada na elaboração da Lei Orçamentária, sofrer redução por imprevistos e não se concretizar.

Chamada “PEC da Repartição Justa”, a proposta altera o artigo 168 da Constituição Federal, que dispõe sobre a entrega dos chamados duodécimos – transferência mensal de recursos – pelo Executivo aos Poderes Legislativo, Judiciário, Ministério Público e Defensoria Pública.

Camilo explica que a distribuição com base na previsão orçamentária pode ser injusta por que o Poder Executivo é obrigado a transferir um valor além do que arrecadou de fato, prejudicando outros investimentos. Em outra análise, com orçamento menor, o que foi repassado a mais não é devolvido, mas quando a receita extrapola a previsão da Lei Orçamentária, o Executivo é obrigado a transferir a proporção referente ao crescimento.

A PEC da Repartição Justa recebeu o número 112/2019 e tramitará na Câmara dos Deputados após ser criada Comissão Especial; para entrar em vigor, precisa ser aprovada em duas votações em cada uma das Casas – Câmara e Senado.

Governo Bolsonaro e o toma lá, dá cá

Às vésperas de ser votada a reforma da Previdência (PEC 06/19) no plenário da Câmara dos Deputados, o governo de Jair Bolsonaro liberou R$ 1,13 bilhão em emendas parlamentares para a área da saúde. A decisão foi formalizada em 37 portarias editadas na segunda-feira (8) à noite em duas edições extraordinárias do Diário Oficial da União (DOU) publicadas com data da segunda.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum