Entrevista exclusiva com Lula
01 de setembro de 2018, 11h38

Deputado do MDB recruta apoiador na internet por até R$ 9 mil

Para ser escolhido, o cabo eleitoral precisava demonstrar 'maior interação e conhecimento nas redes sociais, bem como no engajamento da campanha', dizia o anúncio do site do MDB

O deputado federal Leonardo Quintão (MDB-MG) lançou um aplicativo de celular para conseguir o recrutamento de até 500 pessoas em sua campanha de reeleição. O salário, segundo seu site, chega a R$ 9 mil. O anúncio virtual diz: “a remuneração do cabo eleitoral digital será proporcional ao desempenho, dedicação e cumprimento de metas pelo cabo eleitoral”.

“A página de Quintão trazia um complexo regulamento, explicando a pontuação, nivelamento dos participantes e penalidades para os que não cumprirem as tarefas”, segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo. As inscrições terminavam nesta sexta (31).

Para ser escolhido, o cabo eleitoral precisava demonstrar ‘maior interação e conhecimento nas redes sociais, bem como no engajamento da campanha’.” O aplicativo foi retirado da loja de apps do Google, assim como o anúncio foi banido do site do candidato.

De acordo com a legislação eleitoral, pagar pessoas para postar conteúdo positivo é considerado crime eleitoral passível de punição e multa de R$ 5.000 a R$ 30 mil, além de processo criminal e civil. “É vedada a veiculação de qualquer propaganda eleitoral paga na internet, excetuado impulsionamento de conteúdos”, diz o artigo 57 da lei nº 13.488.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum