Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
21 de dezembro de 2019, 08h07

Deputado estadual do PSL-RJ atende celular de sócio de Flávio Bolsonaro em loja de chocolates

Anderson Moraes alegou que estava tomando café com Alexandre Santini, que é seu amigo, e atendeu à ligação porque o sócio do filho do presidente não quer dar entrevistas

Flavio Bolsonaro - Foto: Reprodução/Twitter

Anderson Moraes, deputado estadual do PSL do Rio de Janeiro, um dos principais apoiadores de Jair Bolsonaro na Assembleia Legislativa (Alerj), atendeu, nesta sexta-feira (20), um celular registrado em nome de Alexandre Santini, sócio de Flávio Bolsonaro na loja de chocolates Kopenhagen, alvo de investigação pelo Ministério Público, de acordo com reportagem de Caio Sartori, de O Estado de S. Paulo.

O deputado alegou que estava tomando café com Santini, que é seu amigo, e atendeu à ligação porque o sócio de Flávio não quer dar entrevistas. Disse que se tratava de uma brincadeira.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

No primeiro telefonema, a reportagem questionou se quem estava na linha era Alexandre. A pessoa que atendeu se apresentou como “o deputado Anderson Moraes”. Na segunda ligação, outro homem atendeu e disse que falava do “puteiro (sic) Santa Maria”. E desligou.

“Laranja”

De acordo com o Ministério Público, Santini seria um “laranja” usado por Flávio e sua esposa, Fernanda Antunes Bolsonaro. O casal colocaria dinheiro na loja para lavagem de recursos desviados pelo esquema de “rachadinha”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum