sexta-feira, 25 set 2020
Publicidade

Deputado que quebrou a placa de Marielle arremessa celular de jornalista, assista

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) demonstrou mais uma vez seu temperamento explosivo ao quebrar o telefone celular do jornalista Guga Noblat nesta quarta-feira (16). O parlamentar não gostou de ter sido gravado pelo profissional durante sessão na Câmara dos Deputados. Noblat postou uma sequência de vídeos expondo o surto de raiva de Silveira.

“Além de ser bom em quebrar placas e invadir escolas de 2º grau, deputado Daniel Silveira também sabe quebrar celulares. Quebrou a parte de trás do meu agorinha. Recebi vídeo com o tapa em um ângulo que deixa claro o tamanho do desequilíbrio desse deputado”, denunciou Noblat.

O jornalista havia gravado um vídeo questionando”qual o momento de maior vergonha da política nacional nos últimos anos”, citando a invasão do Colégio Pedro II e a quebra da placa em homenagem à vereadora Marielle Franco, brutalmente assassinada no início do ano passado. Os dois episódios foram promovidos por Silveira. “Vergonha não existe, eu tenho orgulho. Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”, respondeu.

Após a gravação, Noblat relata que Silveira se enfureceu, tentou agredi-lo e arremessou seu celular. Em uma das gravações, o profissional fala “acabou de arremessar meu celular no chão” e o parlamentar responde confirmando. “Arremessei, e aí, mermão? Te bati, babaca? Vai no STF e me processa, otário”, disse.

Assessor criminoso

Mais cedo, foi revelado que Silveira emprega em seu gabinete um funcionário condenado por receptação de carro roubado. Apesar de ter utilizado diversas vezes o argumento de que “bandido bom é bandido morto”, Silveira nomeou James Filgueiras Branco como secretário parlamentar em 16 de julho, cargo que faz jus ao salário de R$ 2.282 líquidos e auxílio de R$ 982.

ASSISTA AOS VÍDEOS:

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.