Fórumcast, o podcast da Fórum
17 de janeiro de 2019, 10h18

Deputado reeleito, Eduardo Bolsonaro também recebeu auxílio-mudança de R$ 33,7 mil

Auxílio seria pago só em janeiro, quando Jair Bolsonaro já não seria mais membro da casa. Maia antecipou o pagamento para dezembro, beneficiando o presidente

(Foto: Lula Marques/ Arquivo)

O Painel, da Folha revela que o deputado federal reeleito, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), recebeu, dia 28 de dezembro, assim como o pai, o auxílio-mudança de R$ 33,7 mil pago pela Câmara todo fim de legislatura.

Até o fim do dia, nem ele nem o filho haviam manifestado à Casa intenção de restituir os valores.

Já contabilizadas as recusas até o momento, a Câmara gastará ao todo, com o extra de dezembro e o de fevereiro, R$ 34,1 milhões.

Auxílio de Maia

Foi graças a uma decisão do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) de antecipar em um mês o pagamento do auxílio-mudança de R$ 33,7 mil pago pela Câmara todo fim de legislatura, o presidente eleito Jair Bolsonaro pôde receber o benefício. Maia é candidato à reeleição ao posto.

Normalmente o auxílio-mudança é depositado na conta dos parlamentares no final do mandato, que é 31 de janeiro. Sob o argumento de que havia uma folga orçamentária nas contas da Câmara em 2018, Maia decidiu pagar o auxílio a todos no dia 28 de dezembro.

Caso o benefício fosse depositado no final de janeiro, há dúvidas sobre se Bolsonaro poderia recebê-lo, já que ele deixou de ser deputado.

Somado ao seu salário de deputado daquele mês e acrescido à metade do 13º, Bolsonaro recebeu R$ 84,3 mil brutos no mês passado.

Com informações da Folha


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum