Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
04 de julho de 2019, 17h52

Deputados rejeitam destaque que iguala regras de agentes/segurança a Forças Armadas

Contra orientação de Bolsonaro, o relator da matéria Samuel Moreira (PSDB-SP) pediu rejeição ao destaque alegando não haver orçamento para estender a regra especial a tantas categorias

Desfile cívico do dia 7 de setembro das forças armadas na Av. Presidente Vargas, centro do Rio (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Após aprovação do texto-base, deputados que integram a Comissão Especial da Reforma da Previdência rejeitaram na tarde desta quinta-feira (4) por 31 votos a 17, o destaque nº 47, apresentado pela bancada do Podemos, que buscava garantir integralidade e paridade para os profissionais de segurança pública, com idade mínima de aposentadoria aos 53 anos para homens e 52 anos para as mulheres. O destaque ainda previa um pedágio de 17% no tempo de serviço para os profissionais que já estão na ativa.

Esse destaque, que tinha como base uma emenda apresentada pelo deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), estendia as regras previstas para as Forças Armadas a policiais federais, policiais rodoviários federais, policiais civis, policiais militares, bombeiros, guardas municipais, agentes penitenciários, agentes socioeducativos, agentes de trânsito, agentes da Abin e oficiais de justiça.

Em café da manhã com a bancada ruralista no Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro fez um novo apelo para que sejam incluídas na reforma da Previdência regras mais brandas para policiais federais e rodoviários. Porém até o momento o pedido do presidente foi ignorado.

O relator da reforma da Previdência, Samuel Moreira (PSDB-SP), pediu a rejeição do destaque nº 47, alegando não haver orçamento para estender a regra especial a tantas categorias. Ele também argumentou que a reforma não engloba, nesse momento, profissionais das esferas estaduais e municipais.

A comissão deve analisar ainda o destaque nº 40, apresentado pela bancada do PSD, que busca estender as regras especiais apenas a policiais federais, agentes penitenciários e agentes socioeducativos.

Além do destaque nº 40, o colegiado analisará outros 15 destaques de bancada que ainda restam, um de cada vez.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum