Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
17 de novembro de 2019, 07h00

Desanda relação de Bolsonaro com Senado

O descontentamento atingiu até mesmo o presidente do Senado, Davi Alcolumbre

O senador Davi Alcolumbre, presidente do Senado (Agência Brasil)

A relação com o governo do presidente Jair Bolsonaro também desandou no Senado, de acordo com dirigentes de partidos de centro.

O descontentamento atingiu até mesmo o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Aliados do democrata dizem que ele já não nutre mais expectativas de mudança na articulação política e que tem demonstrado irritação com a incapacidade do governo de cumprir o que promete.

Compromissos assumidos durante a negociação das mudanças na Previdência não foram honrados. A avaliação é a de que, este ano, o plenário aprecie a proposta que complementa a reforma, a chamada PEC paralela, e só.

Em função disto, indicações do governo para cargos em agências como Anatel e Anac estão paradas no Senado. A atitude é uma retaliação. O Planalto havia prometido postos para aliados de senadores de centro e centro-direita, mas encaminhou outros nomes.

Segundo um dirigente de partido, as siglas nem sequer têm sido avisadas de que suas indicações foram descartadas; descobrem pelo Diário Oficial.

Como se não bastasse, há também ineficiência na liberação das emendas que foram prometidas durante a tramitação da reforma da Previdência.

Com informações do Painel, da Folha


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum