Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
14 de outubro de 2018, 21h01

Diante das fake news de “kit gay”, viraliza nas redes outro kit distribuído por Haddad

Internautas resgataram um vídeo em que Haddad, enquanto prefeito de São Paulo, anunciou a distribuição para alunos de escolas públicas de um kit, que ao contrário do "kit gay", realmente existiu: uma coleção de livros didáticos sobre a história da África, inédita no Brasil. Assista

Reprodução

A campanha de Jair Bolsonaro (PSL), endossada pelos apoiadores do militar da reserva, tem na fake news do “kit gay” uma das principais armas de ataque contra a candidatura de Fernando Haddad (PT). O próprio candidato do PSL, bem como seus eleitores, compartilham no Whatsapp e em redes sociais imagens e notícias falsas de que o petista, enquanto ministro da Educação, teria distribuído material impróprio para crianças, com conotação sexual, e que incentivava, através do “kit gay”, os estudantes a se tornarem homossexuais.

Trata-se de uma mentira. O livro com conteúdo supostamente impróprio citado por Bolsonaro jamais foi distribuído em escolas públicas e o projeto “Escola Sem Homofobia”, que não contava com nenhum dos materiais citados pelas fake news de Bolsonaro, sequer chegou a ser implementado. Haddad já chegou a falar inúmeras vezes sobre o assunto, mas o capitão da reserva se recusa a debater o tema presencialmente com seu adversário.

Em meio à enxurrada de fake news sobre “kit gay” nas redes sociais, internautas resgataram um vídeo que mostra o que já estão chamando de “o verdadeiro kit” distribuído por Haddad. Trata-se de um vídeo postado pelo petista em 2016, quando ainda era prefeito de São Paulo, em que anunciava a distribuição de livros sobre história da África em escolas públicas da capital paulista.

Foi o próprio Haddad quem viabilizou a coleção que resgata a história africana no Brasil.

“Durante 35 anos, a UNESCO reuniu mais de 350 especialistas em história do continente africano e produziu uma obra monumental, consolidada em oito volumes, chamada “História Geral da África”. Quando fui Ministro da Educação, tomamos a iniciativa de traduzir toda a obra para a língua portuguesa. Em seguida, sintetizamos todos os volumes em dois livros, mais acessíveis para toda a comunidade acadêmica.  Agora, como Prefeito, transformamos aquele material riquíssimo em livro didático – o primeiro baseado naquela obra. Fico muito feliz em ver esse projeto concretizado. Ver um trabalho dessa envergadura fazer parte da formação básica dos estudantes da rede municipal”, escreveu o ex-prefeito. 

Toda a obra de história da África distribuída nas escolas de São Paulo pode ser baixada aqui.

Confira, abaixo, o vídeo em que Haddad anuncia o seu “kit”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum