No rastro do crime ambiental nas praias do Nordeste
12 de fevereiro de 2019, 21h58

Diante de tensão com Bebianno, Bolsonaro manda cancelar viagem de ministros ao Pará

Motivo da crise seria a revelação das "candidaturas laranja" do PSL

Montagem/Agência Brasil/PR

A viagem que os ministros Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral da Presidência), Ricardo Salles (Meio Ambiente) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) fariam ao Pará foi cancelada. A viagem teria como objetivo discutir com líderes locais a construção de uma ponte sobre o Rio Amazonas na cidade de Óbidos, uma hidrelétrica em Oriximiná e a extensão da BR-163 até a fronteira do Suriname – em suma, uma “militarização da Amazônia”.

De acordo com a Folha de S. Paulo, a viagem teria sido cancelada a mando de Jair Bolsonaro por conta da tensão criada entre o presidente e o ministro Bebianno.  Ele correria o risco de ser afastado do cargo por conta do caso das candidaturas laranjas bancadas pelo PSL. O próprio Bolsonaro teria responsabilizado Bebianno pela crise, já que ele era presidente do partido à época da eleição.

Bebianno, por sua vez, informou através de sua assessoria de imprensa que a viagem ao Pará foi suspensa em função de o presidente ter requisitado a presença de todos os ministros em Brasília no dia de sua volta à capital federal, que deve ocorrer nesta quarta.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum