O que o brasileiro pensa?
29 de junho de 2020, 15h06

Dino defende auxílio emergencial para microempresas e direitos para entregadores

“Esses trabalhadores têm acesso a uma ferramenta de trabalho do século XXI, mas em relação à direitos, estão no século XVIII”, afirmou Dino

Lula e Flávio Dino, em encontro no Maranhão. (Foto: Ricardo Stuckert)

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), defendeu a criação de um auxílio emergencial voltado diretamente para micro e pequenas empresas. “Não é financiamento, é apoio direto, para manterem suas empresas e os empregos que geram”, defendeu Dino durante live esta segunda-feira (29) com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que foi retransmitida por um pool de rádios do Nordeste.

Lula concordou com a necessidade de medidas urgentes. “Quando você fala em financiamento é porque a pessoa devia chegar no banco e pegar dinheiro lá”, afirmou. Mas, segundo ele, o empresário chega e não consegue empréstimo nos bancos oficiais.

Entregadores de aplicativo

Dino e Lula também defenderam leis que garantam direitos aos trabalhadores autônomos que prestam serviços por meio de aplicativos. “Esses trabalhadores têm acesso a uma ferramenta de trabalho do século XXI, mas em relação à direitos, estão no século XVIII. Precisamos de uma legislação que garanta direitos”, afirmou Dino.

“Eles não são microempreendores, são quase como um microescravo”, afirmou Lula. “Ainda não chegamos ao estado de bem-estar social. Estamos perdendo tudo o que conquistamos no século 20 e 21. Nada que os trabalhadores conquistaram veio de graça, mas eles acabaram com tudo, e colocaram a ideia de que era todo mundo microempreendedor”, disse o ex-presidente.

Consórcio do Nordeste

O ex-presidente também aproveitou a live para elogiar o trabalho dos governadores do Nordeste. “Uma lição que a gente aprendeu no Coronavírus é que o Brasil tem governadores”, disse Lula. “Vocês estão dando sinais de esperança para este país enquanto Bolsonaro só dá sinais de desespero”, afirmou.

“Vocês governadores mostraram que precisa ter competência para enfrentar essa crise”, disse Lula a Dino. “A melhor coisa que foi feita foi o Conselho do Nordeste”, disse, referindo-se ao Comitê Científico do Consórcio do Nordeste, que aconselha os governadores da região no enfrentamento da pandemia. Segundo Lula, é o que o presidente Jair Bolsonaro deveria ter feito. “Sinceramente, não sei como vamos aguentar isso até 22”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum